Sul-Americana: Conmebol adia Bahia e Independiente

4
Foto Ilustrativa

A Conmebol confirmou na manhã de hoje, 4/5, o adiamento do jogo entre Bahia e Independiente, válido pela Copa Sul-Americana. A partida estava marcada para hoje, mas jogadores do time argentino foram barrados no aeroporto de Salvador porque testaram positivo para a covid no desembarque.

No comunicado, a entidade de futebol disse que a partida será disputada amanhã, 5, com horário ainda a ser confirmado.

De acordo com o jornal argentino TyC Sports, os jogadores que testaram negativo na chegada ao Brasil poderão disputar a partida. Os que estão entre os casos confirmados tiveram de dormir no piso do aeroporto e serão deportados hoje. O time viajou sem treinador, já que Juio César Falcioni se recupera da doença, e Carlos Monzón, o substituto, está entre os que testaram positivo no aeroporto.

O clube espera que Fernando Berón possa viajar ao Brasil para comandar a equipe amanhã, junto com outros jogadores que vão compor o banco de reservas do Independiente.

Entenda o caso

O Independiente publicou nas redes sociais que os jogadores foram barrados assim que chegaram ao Brasil, na noite de ontem, 3. Durante a madrugada, quem testou negativo foi liberado para descansar no hotel, enquanto outros continuaram no aeroporto, “de forma arbitrária” nas palavras do clube.

“As autoridades de saúde da Bahia nos maltrataram sem motivo, deixando-nos presos por mais de seis horas. Todos os que viajaram foram testados no sábado e foram liberados para viajar e jogar a partida. O que aconteceu, alheio ao Independiente, gerou um atraso insustentável, alterando a rotina e o resto da nossa equipe antes de um jogo”, postou o clube, no Twitter.

O Independiente é o líder do grupo B da Copa Sul-Americana, com seis pontos. O Bahia está em segundo, com quatro. O Montevideo City Torque ocupa a terceira posição, com um ponto, e o Guabirá está zerado.